image

CORPO DOCENTE

ESCOLA PROFISSIONAL DE ARTES DA COVILHÃ

CORPO DOCENTE

ÁREA SOCICULTURAL

  • PORTUGUÊS

    ANA PEREIRA
    Ana Isabel Pereira licenciou-se em Língua e Cultura Portuguesas - via ensino, pela Universidade da Beira Interior, em 2005. Em 2020, na Escola Superior de Educação de Castelo Branco, concluiu a Pós-Graduação em Ensino Especial - Domínio Cognitivo e Motor. De 2006 a 2010 trabalhou, como formadora de Linguagem e Comunicação e de Cidadania e Empregabilidade, no Centro Novas Oportunidades do Instituto de Emprego e Formação de Castelo Branco. Colaborou ainda com várias instituições na área da formação. Em 2010 iniciou funções como professora de Português, na Escola Profissional de Artes da Covilhã. Ao longo dos anos, e paralelamente à docência, assumiu funções de orientação educativa e coordenação da formação. Ainda na mesma instituição assumiu funções de Coordenadora do Centro Qualifica, entre 2016 e 2018.

  • LÍNGUA ESTRANGEIRA

    ANA MARGARIDA ROGEIRO
    Ana Margarida Rogeiro, docente de Língua Estrangeira – Inglês, é natural da Covilhã. Em 2000, concluiu a Licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas - variante Estudos Ingleses e Alemães, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Dois anos mais tarde, concluiu o Ramo de Formação Educacional na mesma faculdade, tendo realizado estágio com prática pedagógica na Escola Secundária do Entroncamento. Em 2010, concluiu o Mestrado em Educação – Formação Pessoal e Social, no Departamento de Psicologia e Educação da Universidade da Beira Interior. Em setembro de 2005, integrou o corpo docente da Escola Profissional de Artes da Covilhã, enquanto professora de Inglês, tendo lecionado igualmente a disciplina de Alemão durante três anos letivos. Ao longo do percurso nesta instituição, tem desempenhado funções como Diretora de Turma, Coordenadora de Curso, Orientadora de Provas de Aptidão Profissional, Coordenadora da Área Sociocultural, Assessora Pedagógica e docente responsável pela área de Formação Cívica e pela implementação do sistema de qualidade/EQAVET. Atualmente desempenha funções como Diretora de Turma das turmas de primeiro ano dos Cursos de Instrumentista e de segundo ano do Curso de Instrumentista de Cordas e Teclas e de Assessoria de Direção de Escola. Ao longo do seu percurso profissional, ministrou aulas de Inglês aos diferentes níveis de ensino, nomeadamente no âmbito das Atividades de Enriquecimento Curricular, e formação, enquanto formadora externa junto de diferentes instituições, entre elas o Instituto do Emprego e Formação Profissional e o Centro Qualifica/ EPABI. Em 2011, ministrou o Curso Livre de Alemão na Universidade da Beira Interior. Participou em projetos de investigação na mesma instituição.  Atualmente desempenha a função de Diretora Pedagógica da EPABI

  • CFN - BIOLOGIA

    SANDRA REIS
    Sandra Isabel Rodrigues Reis licenciada em 1998 pela Universidade de Aveiro em Ensino de Biologia e Geologia, realizou estágio profissional na Escola Secundária da Gafanha da Nazaré. No ano de 1999, realizou na Câmara Municipal da Covilhã funções de organização de eventos no Pelouro da Cultura.
    Após o ano de 1999, ingressou no Externato de Nossa Senhora dos Remédios em Tortosendo, onde lecionou durante 17 anos as disciplinas de Matemática, Ciências Naturais – 2º ciclo, Ciências Naturais, Biologia e Geologia, Biologia - 3º ciclo e secundário. Acumulou ainda as funções de diretora de turma, coordenadora do ensino secundário e responsável pelo secretariado de exames nacionais. Durante o ano de 2017 exerceu funções de Técnica Superior em laboratórios multidisciplinares na faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior. Após o ano de 2017 ingressou no ensino público, tendo lecionado em várias escolas nomeadamente: Escola Secundária Campos Melo, Escola Profissional Agrícola Quinta da Lageosa, Escola Secundária do Fundão, Agrupamento de Escolas A Lã e a Neve. Em 2019 iniciou funções como professora de Biologia na EPABI – Escola Profissional de Artes da Covilhã.
    Ao longo de todo o percurso profissional participou em diversas formações, destacando-se as realizadas pelo IPATIMUP. 

  • CFN - FÍSICO-QUÍMICA

    MARGARIDA INÁCIO
    Licenciada em Física ensino pela Universidade da Beira Interior, 2º ciclo de estudos em ensino da Física e da Química no 3º ciclo do ensino básico e ensino secundário pela UBI. Professora de Física e Química - grupo de recrutamento 510 e formadora com certificado de Aptidão Profissional.
    Doutoranda em Física na UBI; Investigadora do LabExpoRad e do LIP. Investigadora da Bioacumulação dos descendentes diretos do radão nas folhas de Nasturtium Officinale; Colaboradora em vários estudos sobre a qualidade da água destinada a consumo humano, no que concerne às substâncias radioativas presentes.

  • CSH - GEOGRAFIA

    PEDRO PAIS
    Pedro Leitão Pais é licenciado em Geografia, com especialização em Ordenamento do Território e Desenvolvimento, pela Universidade de Coimbra (2004). Em 2005, recebeu o Prémio Curricular de Geografia 2003-2004, distinção atribuída aos alunos com melhor currículo académico. Na Universidade da Beira Interior, concluiu, em 2009, o curso de especialização em Sistemas de Informação Geográfica. Realizou o curso de profissionalização em serviço, pela Universidade Aberta, em 2011, que lhe conferiu a habilitação profissional para a docência.
    De 2004 a 2009, desenvolveu atividade profissional como geógrafo, auxiliar de investigação, no Museu de Lanifícios da Universidade da Beira Interior, sendo co-autor da obra "Rota da Lã-TRANSLANA". Em 2005, iniciou funções como professor de geografia na EPABI – Escola Profissional de Artes da Covilhã. Ao longo do seu percurso profissional na EPABI tem desenvolvido outras atividades pedagógicas como coordenador de curso Básico de Instrumento, orientador educativo/diretor de turma e coordenador do sistema de qualidade. Desempenhou, igualmente, o cargo de diretor pedagógico entre 2010 e 2018.

  • CSH - HISTÓRIA

    PAULA OLIVEIRA
    Paula Alexandra Robbins Oliveira, natural da Guarda, licenciou-se em Sociologia pela Universidade da Beira Interior, sendo pós-graduada em Empreendedorismo Social e obteve a Profissionalização em serviço pela Universidade Aberta. Exerce funções de docente na Escola Profissional de Artes da Covilhã (EPABI).

  • MATEMÁTICA

    ANA BOM JESUS

  • FORMAÇÃO MUSICAL E AUDITIVA

    FILIPA MONTEIRO
    Filipa da Conceição Monteiro Ribeiro, é natural da Covilhã. Foi aluna na Escola Profissional de Artes da Covilhã, tendo integrado a sua primeira turma no ano letivo de 1994/1995. Licenciou-se em Ciências Musicais pela Universidade Nova de Lisboa.
    Nessa mesma cidade, lecionou Formação Musical em diversos estabelecimentos de ensino tais como: Colégio Mira Rio, Colégio de São Tomás e Quintas das Conchas. De regresso à sua cidade natal, deu aulas no Conservatório Regional de Música da Covilhã. Obteve a sua segunda licenciatura em Formação Musical, no Politécnico de Castelo Branco-ESART. Concluiu o Curso de Formação Profissional de Formação Pedagógica Inicial de Formadores, com a máxima classificação, em 2011. Entre 2010 e 2014, integrou o corpo docente da Escola Profissional da Metropolitana, lecionando a disciplina de Projetos Coletivos.
    Em 2015, concluiu o seu Mestrado Profissionalizante, em Ensino de Formação Musical e Música de Conjunto, na Escola Superior de Artes Aplicadas do Politécnico de Castelo Branco. É desde 2002, professora na Escola Profissional de Artes da Covilhã, ministrando as disciplinas de: Formação Musical, Formação Auditiva e Física do Som.

  • ÁREA DE INTEGRAÇÃO

    PAULA OLIVEIRA

  • TIC

    SUSANA MOTA
    Formação Académica:
    - Licenciatura Licenciatura em Ensino de Informática, Universidade da Beira Interior
    - Licenciatura em Matemática/Informática, Universidade da Beira Interior
    - Pós-graduação em TIC e Educação - Especialização: e-learning e formação à distância, Universidade de Lisboa – Instituto de Educação
    Outros Cursos:
    - Curso CISCO “CCNA 1- Network Fundamentals”
    - Curso CISCO “CCNA 3 - LAN Switching and Wireless”
    - Curso “Tutores de formação On-Line”
    - Formação Pedagógica Inicial de Formadores
    - Formadora Certificada pelo Conselho Científico-Pedagógico da Formação Contínua
    - Iniciação à Programação no Ensino Básico – Formar Formadores
    - Formação de professores Scratch - Projeto GEN10S.pt
    - Formação "Cidadania Digital "– Projeto SeguraNet
    - Formação "Aprende a programar com a UBBU" – ANPRI

  • EDUCAÇÃO FÍSICA

    CARLOS CARVALHO
    Carlos Daniel Proença Carvalho, natural de Castelo Branco, realizou a sua formação académica na Universidade da Beira Interior, tendo-se licenciado em 2008 em Ciências do Desporto e adquirido o grau de Mestre em Ensino da Educação Física no ano de 2010. Durante o seu percurso profissional lecionou desde 2008 em várias escolas do primeiro ciclo dos concelhos da Covilhã e Fundão e também, mais recentemente, encontra-se a lecionar no terceiro ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário, em escolas da rede pública, dos ensinos regular e profissional. A nível profissional foi colaborador da Fundação Bissaya Barreto nos anos de 2009 e 2010 enquanto monitor de atividades lúdico-desportivas. Foi ainda treinador dos escalões de formação da Associação Recreativa e Cultural Bairro do Valongo, em Castelo Branco e do Sporting Clube da Covilhã, tanto nos escalões de Infantis, como no de Juniores, tendo participado no campeonato nacional do escalão. Desde 2009, e durante nove temporadas, foi Observador do Sport Lisboa e Benfica, tendo como missão identificar potenciais jogadores para os escalões de formação do clube lisboeta. Ao longo dos anos foi adquirindo formação profissional em diversas áreas do desporto, sendo que no ano de 2013 foi ainda formador de professores na área e domínio de práticas do Desporto Escolar, com registo do Conselho Científico-Pedagógico de Formação Contínua.
    Ao nível da formação profissional também se destacam o nível I e II de Ténis de Mesa que adquiriu nos anos de 2017 e 2018, com menção qualitativa Excelente, em ambos os casos. Ingressou na Escola Profissional de Artes da Covilhã no ano letivo de 2018-2019 e, desde o ano letivo seguinte, tem acumulado as funções de docência com as de diretor de turma de algumas das turmas do Curso de Sopros e Percussão. 

CORPO DOCENTE

ÁREA CIENTÍFICA

  • HISTÓRIA DA CULTURA E DAS ARTES

    BRUNA FONSECA VAZ
    Bruna Margarida Ferreira Fonseca Vaz, natural do Paul, nasceu a 20 de outubro de 1982 na cidade da Covilhã. Teve o seu primeiro contacto com a música com apenas 10 anos de idade, ingressando na Banda Filarmónica do Paul, onde aprendeu com José Quintela a tocar clarinete em Mib. Integra esta associação durante alguns anos, tanto como instrumentista como elemento da direção, exercendo no triénio 2016/2020, o cargo de Presidente da Direção.
    Em 1998 ingressa na Escola Profissional de Artes da Beira Interior, na classe de violoncelo do professor Rogério Peixinho, terminando os seus estudos no Curso de Instrumentista de Cordas e Teclas em junho de 2004. Ao longo do seu percurso académico na EPABI frequentou várias masterclasses.
    No ano de 2007 dá término à Licenciatura em Ciências Musicais na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, e em 2018 conclui o Mestrado em Ensino da Música na Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco.
    Desde o ano letivo 2008/2009 que leciona na Escola Profissional de Artes da Covilhã, no Conservatório de Música da Covilhã e na Academia de Música e Dança do Fundão as disciplinas de História da Cultura e das Artes e Física do Som/Tecnologias e Física da Música. Acumula ainda os cargos de Coordenadora de Curso do Curso de Instrumentista de Cordas e Teclas, de Coordenadora de Prova de Aptidão Artística e de Diretora de Turma.
    Atualmente integra a equipa de qualidade EQAVET da EPABI e encontra-se responsável pelo departamento de comunicação e divulgação da escola. 

  • FÍSICA DO SOM

    FILIPA MONTEIRO
    Filipa da Conceição Monteiro Ribeiro, é natural da Covilhã. Foi aluna na Escola Profissional de Artes da Covilhã, tendo integrado a sua primeira turma no ano letivo de 1994/1995. Licenciou-se em Ciências Musicais pela Universidade Nova de Lisboa.
    Nessa mesma cidade, lecionou Formação Musical em diversos estabelecimentos de ensino tais como: Colégio Mira Rio, Colégio de São Tomás e Quintas das Conchas. De regresso à sua cidade natal, deu aulas no Conservatório Regional de Música da Covilhã. Obteve a sua segunda licenciatura em Formação Musical, no Politécnico de Castelo Branco-ESART. Concluiu o Curso de Formação Profissional de Formação Pedagógica Inicial de Formadores, com a máxima classificação, em 2011. Entre 2010 e 2014, integrou o corpo docente da Escola Profissional da Metropolitana, lecionando a disciplina de Projetos Coletivos.
    Em 2015, concluiu o seu Mestrado Profissionalizante, em Ensino de Formação Musical e Música de Conjunto, na Escola Superior de Artes Aplicadas do Politécnico de Castelo Branco. É desde 2002, professora na Escola Profissional de Artes da Covilhã, ministrando as disciplinas de: Formação Musical, Formação Auditiva e Física do Som. 

  • TEORIA E ANÁLISE MUSICAL

    PAULO RAMOS

CORPO DOCENTE

ÁREA ARTÍSTICA - CORDAS E TECLAS

  • VIOLINO

    JOÃO MENDES
    Iniciou os estudos musicais com 9 anos, no Conservatório de Música de Castelo Branco, na classe do prof. A. Ramos. Em 1992, ingressou na EPABI, tocando a solo com orquestra em 1998, o concerto de Tchaikovsky, sob a direção de L. Cipriano. Em 1997, participou no concurso “Júlio Cardona”, obtendo o 2º prémio ex-aequo com Pedro Meireles, na classe B. Em 1998, terminou a PAP de violino com nota máxima. Foi bolseiro da Fundação C. Gulbenkian, enquanto estudante da escola. Estudou na ESART com o prof. A. Ramos e no Conservatório Superior de Música de Salamanca, com o prof. P. Gutierrez. Em 2001/2002 estudou na ESML com a prof. Alexandra Mendes, em 2002/2003 regressa para a ESART com o prof. António J. Miranda, integrando mais tarde a classe do prof. D. Rowland, concluindo a Licenciatura com 19 valores (violino). Em 2005, tocou a solo com a Orquestra da ESART, interpretando o concerto para violino e orquestra de J. Sibélius, dirigido pelo Maestro O. Ferreira. Frequentou várias masterclasses e cursos de aperfeiçoamento em Portugal e no estrangeiro com os Prof. M. Teixeira, J. Lenert, K. Moser, G. Ribeiro, A. Dumay, H. Sharan, M. Rodrigues, A. Sampedro, D. Rowland, Z. Brown, entre outros. Em orquestra, participou e trabalhou com vários maestros: L. Cipriano, Miguel G. Moura, L. Barros, Jean M. Burfin, Ernst Schell, A. Saiote, Alex Klein, Pedro Neves, Rogério Peixinho, Pedro Carneiro, O. Ferreira, J. Matta, M. Mazzeo, Michel Corboz, L. Foster, E. Onofri, entre outros. Lecionou nas seguintes escolas: ACBI - “Zéethoven”, Conservatório Regional de Música de Castelo Branco, Conservatório de Música de Seia, Escola de Música “Canto Firme” em Tomar, Colégio “São Teotónio” Coimbra, Academia de Música e Dança do Fundão. Tem realizado Masterclasses de violino em diversas escolas e academias. Tem-se apresentado a solo e tem participado com vários grupos de Música de Câmara e Orquestras: Orquestra Gulbenkian, Orquestra Clássica do Centro, Orquestra Barroca “Capela Real”, Orquestra Barroca “Ars Antiqua”, Orquestra barroca” Músicos do Tejo” Orquestra Barroca “Divino Sospiro”, entre outras formações. Atualmente Leciona no Conservatório de Música da Covilhã e na EPABI e é membro da orquestra barroca “Divino Sospiro” e do ensemble “João Roiz Ensemble” de Castelo Branco.

  • VIOLA D'ARCO

    OLENA SOKOLOVSKA

  • VIOLONCELO

    ROGÉRIO PEIXINHO

  • CONTRABAIXO DE CORDAS

    PEDRO CARVALHO

  • PIANO

    DÁRIO CUNHA
    Iniciou os estudos musicais em regime de aulas particulares com o prof. Carlos Gama e a profª Paula Ramos, inscrevendo-se posteriormente no Conservatório Regional de Castelo Branco na classe da profª Luciana Leiderfarb e mais tarde na classe da profª Mª Helena Nunes. Foi vencedor ex-aequo do prémio F. Lopes-Graça e finalista do concurso nacional da Juventude Musical Portuguesa (1995). Ingressou no curso superior de piano na Universidade de Aveiro na classe da Drª Nancy Lee Harper, transferindo-se posteriormente para a ESART, onde concluiu a licenciatura (2005) na classe do Dr. Caio Pagano e do prof. Paulo Alvares. Após conclusão da Licenciatura foi-lhe concedida uma bolsa de estudo para um estágio profissional inserido no Projeto Leonardo Da Vinci que realizou entre 2005 e 2006 na Hochschule für Musik und Tanz Köln na Alemanha, onde trabalhou com o prof. e pianista Paulo Alvares, realizando vários concertos e estreando-se a solo sob a direção do maestro Matthias Kiefer. É ainda detentor de dois mestrados, tendo adquirido o grau de Mestre em Performance – Área de especialização em Piano em 2012 e o grau de Mestre em Ensino da Música - Instrumento e Música de Conjunto em 2014. Ao longo da sua formação teve oportunidade de trabalhar com músicos de reconhecimento nacional e internacional como P. Burmester, Mª João Pires, J. Moyano, T. Achot, Álvaro T. Lopes, M. Akiyama, A. Wodnicki, István Lantos, D. Rowland, A. Daskalakis, Maurizio Dini Ciacci, J. Granjon, entre outros. Mantém-se ativo como concertista, tanto a solo como inserido em grupos de música de câmara e em orquestra, tendo-se apresentado em várias salas do país, como o CCB e o Coliseu do Porto, e também no estrangeiro em países como a Alemanha, Itália e Bélgica. É também convidado regularmente para acompanhamentos em vários concursos nacionais e internacionais. Foi professor Assistente-Convidado na ESART (2010 a 2014) e integrou a Direção Pedagógica da Escola de Música do CCPAC em Belmonte, (2016 e 2017). Desde 2008, na Academia de Música e Dança do Fundão, é professor de Piano e Pianista Acompanhador, assumindo também desde 2017 a coordenação do Departamento de Piano. Desde 2013 exerce também funções como Professor de Piano, Música de Câmara e Acompanhamento na Escola Profissional de Artes da Covilhã.

  • PRÁTICA DE TECLADO/PIANO

    FERNANDA CANAUD
    Pianista brasileira doutorada em Música pela UNIRIO. Trabalhou na organização e fundação da Escola Superior de Música da Universidade Cândido Mendes (Nova Friburgo) e foi sua primeira diretora de 2001 até 2004. Lecionou piano nas Universidades: UNIRIO (RJ) e UNINCOR em Leopoldina (MG) UCAM (NF). Desde 2000, é professora de piano e música de câmara nos cursos Técnico e Básico da Escola de Música Villa-Lobos (RJ). Paralelamente às suas atividades académicas, atua intensamente como solista, camerista e concertista, sempre interessada na divulgação da música brasileira clássica e popular. Realizou concertos com diversas orquestra brasileiras. No exterior apresentou recitais de piano em Paris, Amsterdão, Todi, Londres, Leeds, Lisboa, Alcobaça, Coimbra, Madrid, Bilbao, Bogotá e diversas cidades dos EUA. Tem 8 CDs lançados, por diversos selos, entre os quais três Cds com o selo Biscoito Fino, além da Obra completa para violoncelo e piano de Radamés Gnattali pelo selo Rádio MEC/ IMS. Em 2016 lançou um DVD nos Estados Unidos, com o selo Majestic Mews (EUA) do recital ao vivo em Las Vegas com repertório de Música clássica brasileira. Tem extenso material publicado em vídeo na sua página Fernanda Canaud do YouTube. Em 2012, recebeu a Medalha da Ordem do Mérito Cultural Carlos Gomes (SP, 2012). Além de suas atividades como mestre e intérprete, desde abril 2017 atua como diretora artística do Projeto de concertos “Domingos Clássicos Internacionais” da Sala Municipal Baden Powell – Rio de Janeiro. Em 2018 estreou no cinema, tocando na trilha sonora do longa ANTES QUE EU ME ESQUEÇA de Tiago Arakilian, premiado em diversos Festivais Internacionais, música original de seu filho Caio Márcio Santos. Em 2019 após uma bem sucedida tournée na Europa e Líbano, pelo projeto Musica No Museu, se estabelece em Portugal, como pianista acompanhadora e professora da Escola Profissional de Artes da Covilhã - EPABI. Em julho de 2020, realizou o projeto de quatro apresentações aos Domingos nos JARDINS DA COVILHÃ, projeto realizado pela Câmara Municipal de concertos clássicos pedagógicos para as famílias.

  • GUITARRA

    FRANCISCO FRANCO
    Natural da Covilhã, Francisco Franco é um dos guitarristas portugueses mais relevantes da sua geração. Iniciou os estudos musicais aos 9 anos, com Dejan Ivanovic no Conservatório de Música da Covilhã. Posteriormente estudou com Pedro Rufino, na Academia de Música e Dança do Fundão onde lhe foi atribuída uma bolsa de mérito. Concluiu a Licenciatura em Música, no Instituto Superior Jean Piaget em Almada (2010), na classe do prof. Dejan Ivanovic, com nota máxima (prémio especial para melhor aluno do ano). Durante este ciclo de estudos, também trabalhou com músicos como Ana Telles e Paulo Lourenço que tiveram uma grande influência na sua formação. Em 2014, conclui o Mestrado em Performance na Kunst Universität Graz - Áustria, com o prof. Paolo Pegoraro. Em 2017 concluiu uma Pós-graduação em Interpretação guitarrística na Universidade Pablo de Olavide, orientado pelos prof. P. Márquez, L. Micheli, P. Pegoraro e Judicael Perroy. Atuou em diversas salas importantes em Portugal (Casa da Música, CCB, Palácio Nacional da Ajuda, Teatro Nacional de S. Carlos, Teatro D. Maria II, Teatro Municipal da Guarda, Teatro das Figuras, entre outras) e também em Espanha, Itália, Polónia, República Checa, Reino Unido, Sérvia, Ucrânia e Alemanha. Foi por diversas vezes transmitido para a televisão portuguesa, assim como para estações de rádio em mais de 20 países. É um dos guitarristas portugueses mais premiados de sempre, contando com mais de 30 prémios (21 deles prémios máximos), em concursos nacionais e internacionais, com destaque para: I Festival Internacional de Guitarra de Amarante, London International Guitar Competition 2012, XII Guitar Art Festival (Belgrado), 23ª Edição Prémio Jovens Músicos, David Russell Honorary Prize (Vigo). Realizou cursos de aperfeiçoamento com R. Dyens, Z. Dukic, R. Smits, Costas Cotsiolis, C. Marchione, L. Young, Duo Melis, P. Galbraith, Pepe Romero, D. Russell entre muitos outros.Para além da sua intensa atividade como solista, desenvolveu vários projetos em música de câmara, com destaque para o duo “What a Duo – Duo” com o clarinetista sérvio Darko Horvatic; o “Kroiser Ensemble Contemporary Music Project”. Atualmente leciona na EPABI e no Conservatório Regional de Música da Covilhã, onde forma alunos que regularmente são distinguidos com prémios em concursos.

  • GUITARRA

    JORGE PIRES

  • GUITARRA

    PEDRO OSPINA

CORPO DOCENTE

ÁREA ARTÍSTICA - SOPROS E PERCUSSÃO

  • FLAUTA TRANSVERSAL

    ANA LUCAS

  • FLAUTA TRANSVERSAL

    TIAGO SILVA

  • CLARINETE

    BRUNO SILVA
    Bruno M. Caronho da Silva nasceu em Castelo Branco em 1986. Iniciou os seus estudos musicais aos 14 anos na EPABI na classe de clarinete dos prof. Luís Gomes e Nuno Antunes. Licenciou-se pela ESMAE na classe de clarinete dos prof. António Saiote, Nuno Pinto e Iva Barbosa. Prosseguiu os estudos de clarinete na Universidade de Évora com Étienne Lamaison - Mestrado em Performance e Luís Gomes Mestrado em Ensino da Música. Complementou a sua formação artística frequentando diversas classes de aperfeiçoamento com os prof. A. Saiote, Nuno Pinto, Luís Gomes, Nuno Antunes, Nuno Silva, Paulo Gaspar, Joaquim Ribeiro, Rui Martins, Paul Meyer, Alain Damiens, Enrique Perez Piquet, Adrew Simon, Hakan Rosengren, Larry Combs, Ronald Van Spaendonck e Alberto Ferrer. Colaborou com diversas formações de âmbito académico e profissional, onde teve a possibilidade de trabalhar com diversos maestros, entre eles A. Saiote, Yuri Nasushkin, Ernest Schelle, José M. Ferreira, Michael Zilm, Pedro O. Neves, Francisco Ferreira, Jan Cober, Jonathan Kaell, José R. Pascual Vilaplana, Douglas Bostock. Participou em vários concursos nacionais e internacionais de clarinete, tendo sido finalista no 10th International Clarinet Competition “Saverio Mercadante” em (Noci, Itália), no Concurso Nacional “Terras de La Sallette”, semifinalista no “Young Artists Competition” (Kansas City), finalista no Prémio “José Augusto Alegria”. Recentemente (outubro 2018) foi premiado com um 3º lugar na 14th International Clarinet Competition “Severio Mercadante”. Em 2018 apresentou-se a solo no âmbito 8º Encontro Internacional de Clarinete APC ClarMeet.Porto’18. Atualmente, é membro da Banda Sinfónica Portuguesa. Ao longo da sua carreira como pedagogo, contribuiu para a formação de alunos que ingressaram em algumas das escolas de referência do panorama nacional e internacional, nomeadamente ESMAE, ANSO (Lisboa) Haute École de Musique de Genève e Conservatoire National Supérieur de Musique et de Danse de Lyon. Atualmente, desenvolve atividade pedagógica na EPABI e no Conservatório de Música da Covilhã.
    Bruno Silva é D'Addario Reserve Artist Player.

  • OBOÉ

    FRANCISCO LUÍS VIEIRA
    Natural de Vila do Conde, Luís Vieira diplomou-se na Escola de Música do Conservatório Nacional de Lisboa, sob a orientação do prof. Lopes da Cruz, tendo também estudado com os prof. Santos Pinto e Ricardo Lopes e, posteriormente, na ESML, na classe do prof. A. Swinnerton. Frequentou vários cursos de aperfeiçoamento em Portugal e no estrangeiro. Obteve os 1º Prémios no Concurso da Juventude Musical Portuguesa e no Concurso Jovens Músicos Portugueses (1998), possibilitando apresentar-se como concertista na Orquestra Sinfónica da R.D.P, sob a direção do Maestro Silva Pereira. Como concertista também se apresentou com a Orquestra das Escolas de Música; Orquestra da Juventude Musical Portuguesa; Orquestra Sinfónica Juvenil; Sinfonietta de Lisboa; Orquestra de Câmara e Banda Sinfónica da Guarda Nacional Republicana. Na temporada de 1989 foi solista na Orchestre de Jeunes de la Meditérranée, sob a direção do Maestro Michel Tabachnik, em França. Integrou regularmente, como convidado, a Orquestra da Fundação Calouste Gulbenkian; Orquestra do Teatro Nacional de S. Carlos; Orquestra Metropolitana de Lisboa; Nova Filarmonia Portuguesa e Orquestra Regie Sinfonia do Porto, e recentemente, com a Orquestra de Macau. Já atuou em Portugal Continental, Açores e Madeira, Espanha, França, Luxemburgo, Roménia, Bélgica, Grécia, Itália, Suíça e Suécia. Frequentou aulas de direção de orquestra com o maestro J.-Sébastien Béreau. Foi professor de oboé no Conservatório de Música de Coimbra, na Academia de Música de Almada, no Conservatório Regional de Castelo Branco, no Collegium Musicum de Seia, no Conservatório Metropolitano de Música de Lisboa, na Academia Nacional Superior de Orquestra, na Universidade de Évora, na Escola de Música N. S.ª do Cabo e no Conservatório de Música D. Dinis. É convidado regularmente a integrar várias orquestras e a ministrar diversos cursos de aperfeiçoamento. Foi solista/chefe de naipe na Orquestra de Câmara e Banda Sinfónica da G. N. R. Tem orientado vários workshops/estágios de orquestras de jovens, e júri em alguns concursos. É fundador, diretor do Ensemble Palhetas Duplas e professor de oboé no Conservatório de Música da Covilhã e no Conservatório de Música de S. José da Guarda. Leciona oboé, M.C. e orquestra de sopros na EPABI, onde exerce o cargo de diretor artístico. 

  • OBOÉ

    ANTÓNIO CAMPOS

  • FAGOTE

    JULIANA SANTOS

  • SAXOFONE

    TIAGO GONÇALVES

  • TROMPETE

    FERNANDO JORGE RIBEIRO

  • TROMPA DE HARMONIA

    TIAGO LEAL

  • TROMBONE

    ALEXANDRE VILELA

  • EUFÓNIO

    MAURO MARTINS

  • TUBA

    LUÍS OLIVEIRA

  • ACORDEÃO

    CARISA MARCELINO

  • ACORDEÃO

    FERNANDO BRITES

  • PERCUSSÃO

    ALDOVINO MUMGUAMBE

  • PERCUSSÃO

    EDGAR ARAÚJO

CORPO DOCENTE

ÁREA ARTÍSTICA

  • ORQUESTRA DE CORDAS

    JOÃO MENDES

  • ORQUESTRA DE GUITARRAS

    PEDRO RUFINO

  • ENSEMBLE BARROCO

    JOÃO PAULO JANEIRO

  • ORQUESTRA DE SOPROS JÚNIOR

    CARLOS SALAZAR

  • ORQUESTRA DE SOPROS

    FRANCISCO LUÍS VIEIRA

  • BIG BAND

    FERNANDO JORGE RIBEIRO

  • PROJETOS COLETIVOS/CORO

    PAULO RAMOS